Empresários bolsonaristas protocolam pedido de impeachment de Gilmar Mendes

Um grupo de grandes empresários ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) quer o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

LEIA TAMBÉM:
Globo afirma que medo de caminhoneiros fez Bolsonaro recuar de aumento no diesel

Segundo a coluna Painel, da Folha, depois de mover esforços no Legislativo em defesa da reforma da Previdência, o ativismo de empresários reunidos no movimento chamado Brasil 200 parte agora para o Judiciário.

A coluna destaca que o movimento protocolou na quarta-feira (10) no Senado um pedido de impeachment de Gilmar Mendes.

O Brasil 200 é liderado por Flávio Rocha (Riachuelo) e tem nomes como Luciano Hang (Havan) e João Appolinário (Polishop).

PS: Flávio Rocha, por meio de sua assessoria, encaminhou o seguinte posicionamento ao Blog do Esmael: “Flávio Rocha afirma que não subscreveu o apoio ao pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, e informa que ele não concorda com a iniciativa.”

Atualizado às 15h33 de 13/04/2019.

Comentários encerrados.