Por Esmael Morais

Eliane Cantanhêde ataca Bolsonaro e Olavo de Carvalho

Publicado em 23/04/2019

A jornalista Eliane Cantanhêde do Estadão fez duros ataques ao presidente Bolsonaro, à sua equipe e ao seu guru, Olavo de Carvalho. “Bolsonaro não preside, seu articulador não articula, seus líderes não lideram e seus correligionários batem cabeça”, escreveu ela.

LEIA TAMBÉM: Agora Bolsonaro diz que Olavo de Carvalho “não contribui com o governo”

Cantanhêde é uma legítima representante da direita conservadora. Seus ataques vêm da impaciência pela demora da reforma da previdência e de outras benesses que o governo Bolsonaro prometeu entregar ao “mercado”.

“A CCJ, que é meramente formal, impõe uma derrota atrás da outra ao governo, a reforma está atrasada e paira a ameaça de mudanças na proposta antes mesmo da Comissão Especial, que é a arena adequada para isso. O resultado é natural: procuram-se culpados.” Acusa a periodista.

“Obviamente, o culpado número um é Bolsonaro, que, em não ajudando, só atrapalha. Passou obscuros 28 anos no Congresso Nacional, não aprendeu nada e ainda por cima permite que o “louco”, “mágico”, “guru de seita”, “futurólogo”, “astrólogo” e “adivinho” Olavo de Carvalho (os adjetivos são do líder do PSL, Delegado Waldir) acabe minando o seu governo.”

Sobre o episódio do vídeo postado na conta de Bolsonaro no final de semana, Eliane afirma indignada:

“Como é possível divulgar na página do presidente da República um vídeo desse senhor, que mora há 14 anos nos EUA, xingando aos palavrões os militares do governo, jogando desconfiança sobre o partido do governo e multiplicando intrigas e desavenças do governo?”

Para ela, só Paulo Guedes merece algum crédito. Mas, do jeito que as coisas andam, talvez o ministro da Economia não dure muito.

Com informações do Estadão.