Com medo de greve, Bolsonaro anuncia medidas aos caminhoneiros nesta terça


O Governo Bolsonaro, com medo da preparação de greve dos caminhoneiros, anunciou que apresentará nesta terça-feira (16) um pacote de medidas para atender a categoria e o empresariado do setor.

O assunto foi tema de uma reunião na última segunda, com a presença dos ministros Onyx Lorenzoni, Paulo Guedes, Tarcísio Gomes, Bento Albuquerque, Santos Cruz e Florano Peixoto, além do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e do diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo), Décio Oddone. Joaquim Levy, presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) participou por videoconferência.

Em maio do ano passado, como resposta a um aumento de cerca de 50% no preço do diesel em 12 meses, os caminhoneiros de todo o Brasil entraram em greve e bloquearam estradas, sem permitir a passagem de cargas. Isso fez com que as principais cidades do país sofresse com desabastecimento de combustível e de outra série de produtos.

Jair Bolsonaro chegou a enquadrar o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para segurar um reajuste de 5,7% no preço do óleo diesel.

>As medidas serãoa anunciadas no final da manhã desta terça-feira.

*Com informações da Agência Brasi