Por Esmael Morais

Bolsonaro em “alta” na Malhação de Judas

Publicado em 20/04/2019

Leitores dos municípios de Irati e Rebouças, ambos na região Centro-Sul do Paraná, enviaram fotos da Malhação de Judas.

Segundo documentos fotográficos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) está em “alta” neste Sábado de Aleluia — dia vingar as maldades de Judas.

“Irati e Rebouças também contaram com protestos contra o Judas mor da nação”, escreveu ao Blog do Esmael o leitor Márcio.

LEIA TAMBÉM
Requião: Lula poderá ser solto dia 23

Motivos não faltam para que o boneco de Bolsonaro seja malhado pela população: recessão econômica, desemprego, salários congelados, aumento abusivo nos combustíveis, reforma da previdência, corte de verbas da educação e da saúde, privilégios aos bancos, dentre outras maldades.

Sobre a tradicional malhação de Judas

A Malhação de Judas é uma festa popular que representa a morte de Judas Iscariotes, o discípulo que traiu Jesus Cristo.

No Brasil, por exemplo, a comemoração da Malhação de Judas é feita a partir da confecção de bonecos de pano (ou de outros materiais), com as feições de personalidades que desagradam a população por seus atos incorretos.

Logo a seguir, as pessoas se reúnem para “malhar o Judas”, ou seja, “torturar” o boneco das mais diversas formas, seja pendurando enforcado em árvores ou queimando em grandes fogueiras.

Este ato é visto como uma “vingança popular” contra a traição feita por Judas a Jesus Cristo.