Suspeito de matar Marielle recebeu depósito de R$ 100 mil

O policial reformado Ronnie Lessa, denunciado pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, recebeu um depósito de R$ 100 mil, em sua conta em outubro de 2018.

LEIA TAMBÉM: O Brasil inteiro pergunta: quem matou Marielle Franco?

A transação foi apontada por um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). O Ministério Público pediu o bloqueio dos bens de Lessa e do ex-PM Élcio Queiroz, também preso e denunciado pelos crimes.

O depósito foi feito na boca do caixa, no dia 9 de outubro de 2018, sete meses depois do crime.

Agora, é preciso analisar as gravações do banco para ver quem fez o depósito. Como aconselhou o governador Flávio Dino (PCdoB-MA) “siga o dinheiro”…

Com informações do G1.

Comentários encerrados.