Servidores ficarão sem pagamento se a reforma da Previdência não passar, diz Paulo Guedes

Publicado em 25 março, 2019
Compartilhe agora!

Em evento da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) realizado nesta segunda-feira (25) em Brasília, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que se a reforma da Previdência não passar no Congresso, o governo suspenderá o pagamento de salários de servidores federais.

LEIA TAMBÉM:
Aprovação à ‘reforma’ da Previdência despenca nas redes sociais

“Servidores públicos deveriam entender, e até a maioria entende, que [a reforma] é uma forma de garantir suas aposentadorias e seus salários”, disse Guedes, logo após afirmar que o governo federal está quebrando e a interrupção do pagamento de salários do funcionalismo será “a primeira coisa a acontecer” caso a reforma não seja aprovada.

Guedes ainda disse que os prefeitos e governadores serão “apedrejados” caso a reforma não passe, porque os governos estaduais e municipais também não terão mais dinheiro para pagar os aposentados e servidores.

“O déficit da Previdência está engolindo as finanças públicas dos governos”, afirmou.

Com informações do Estadão e Agência Brasil

Compartilhe agora!