rodrigo maia

Rodrigo Maia ‘puxa o freio de mão’ na defesa da reforma da Previdência

O presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliado de Jair Bolsonaro na defesa da reforma da Previdência, moderou o entusiasmo com o projeto do governo nos últimos dias. Maia questiona o bate-cabeça entre a Casa Civil e a Secretaria de Governo na condução da articulação política com o parlamento.

Alegando decepção com a articulação do governo e com a relação com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), Maia questiona o protagonismo que tem tido na batalha para a aprovar as impopulares mudanças nas regras de aposentadorias e pensões.

O grupo mais próximo de Maia, que se reuniu em almoço na terça-feira (19) na residência oficial da presidência da Câmara, tem uma avaliação unânime: hoje, a base de Bolsonaro é formada apenas pelo PSL, seu próprio partido.

Contudo, mesmo o PSL defende mudanças na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência. A deputados mais próximos, o presidente da Câmara cita a frustração com o presidente. Irritou Maia que Bolsonaro tenha falado que sofre “pressão da velha política” logo após recebê-lo para reunião no Alvorada para articular as medidas de liberação de cargos para a votação da reforma.

*Com informações do Estadão Conteúdo