PT planeja megamanifestação de 1 ano da prisão política de Lula

Borbulha nas redes sociais petistas a convocação de uma megamanifestação para o próximo dia 7 de abril, em Curitiba, quando se completará 1 ano da prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Salvo ato superveniente que venha desmobilizar o protesto, a concentração como de praxe acontecerá na Praça Santos Andrade (UFPR) — tradicional ponto de encontro para as mobilizações sociais na capital paranaense. O rumo da passeata ainda não foi definido pelo PT.

LEIA TAMBÉM
O objetivo é tirar Gilmar Mendes de julgamento sobre prisão em segunda instância

O dia 7 de abril cairá em um domingo, o que leva o partido a pensar em uma manifestação que envolva, além da tradicional militância, as famílias, as crianças, enfim, amplos setores da sociedade.

No último 21 de fevereiro, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) proibiu a realização de manifestações políticas no entorno da Polícia Federal de Curitiba — onde o ex-presidente Lula cumpre pena antecipada de 12 anos e um mês no caso tríplex de Guarujá (SP). De plano, essa proibição cheira a flagrante inconstitucionalidade.

No meio desse caminho até a megamanifestação, daqui a exato mês, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) terá a oportunidade de julgar um recurso da defesa de Lula e o STF (Supremo Tribunal Federal) a chance de examinar a inconstitucionalidade da prisão com condenação em segunda instância.

Comentários encerrados.