PT exige punição aos assassinos de lideranças do MAB em Tucuruí (PA)

Publicado em 22 março, 2019
Compartilhe agora!


O Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores divulgou nota nesta sexta-feira (22) denunciando o assassinato de três lideranças do Movimento dos Antigidos por Barragens (MAB) em Tucuruí, no sudeste do Pará.

O PT também manifestou solidariedade aos familiares das vítimas e exige apuração e punição dos envolvidos nesse crime brutal. “Queremos águas para a vida e não para a morte. Dilma Ferreira, presente!”, diz trecho da nota.

Confira a íntegra do documento:

Nota de repúdio ao assassinato de lideranças do MAB

O Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores reunido em 22 de março de 2019 manifesta seu pesar frente ao brutal assassinato de Dilma Ferreira Silva, coordenadora regional do MAB em Tucuruí (PA), de seu marido Claudionor Costa da Silva e de uma terceira pessoa ainda não identificada que os acompanhava.

Dilma era uma das mais expressivas lideranças do MAB no Pará e sempre participou ativamente da luta por uma política nacional de direitos para os atingidos por barragens.

Nos solidarizamos a dor sentida pelos amigos e familiares das vítimas e nos somamos às vozes que exigem das autoridades a apuração rápida deste crime e a punição dos responsáveis, assim como medidas de proteção para as lideranças do Movimento de Atingidos por Barragens em todo o Brasil.

Queremos águas para a vida e não para a morte. Dilma Ferreira, presente!

Partido dos Trabalhadores

Compartilhe agora!