PT emite nota sobre “atentado terrorista” contra o empresário Luciano Hang

O PT emitiu uma nota na noite de ontem (7) na qual chamou de fantasiosa a denúncia feita por meio das redes sociais pelo empresário Luciano Hang, o bilionário dono das lojas Havan conhecido por espalhar fake news, que teria sido vítima de um suposto “atentado terrorista” cometido por um “esquerdopata” ligado ao PT.

LEIA TAMBÉM:

Lava Toga para barrar libertação de Lula

Confira a íntegra da nota:

A Executiva Nacional do PT manifesta sua integral solidariedade ao PT de Brusque e do Estado de Santa Catarina, diante das fantasiosas acusações do empresário Luciano Hang de participação num suposto “atentado terrorista” cometido no Carnaval contra a sua pessoa.

Segundo o empresário, que em redes sociais vem se notabilizando pela divulgação de fake news e imputações caluniosas e difamatórias contra a esquerda brasileira e o PT em particular, um “esquerdopata” perigoso teria ido à sua procura na empresa de sua propriedade em Brusque e, não o encontrando, teria riscado com armamento caseiro sua fotografia estampada na parede da loja.

Para a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, o episódio configurou mera contravenção, gerando um termo circunstanciado em que o “terrorista” foi autuado e liberado em seguida. Para o acusado, tratou-se apenas de um protesto contra maus tratos que seguranças da loja cometeram contra moradores de rua.

A espalhafatosa denúncia do empresário contra o PT rapidamente se mostrou vazia. O “terrorista esquerdopata”, como comprovou o PT Municipal de Brusque, é filiado ao Partido Progressista (PP). O próprio acusado pelo empresário declarou à imprensa local ser filiado ao PP, o “ex-partido do presidente Bolsonaro”.

O PT não estimula, autoriza ou legitima qualquer ato de violência política. É vã a tentativa de envolver nosso Partido nessa farsa. Ao tempo em que manifesta sua indignação com a atitude irresponsável do empresário denunciante e a irrestrita solidariedade ao PT de Brusque e de Santa Catarina acusadas de forma leviana de vinculação com essa ocorrência, a Executiva Nacional do PT prestará orientação jurídica aos nossos dirigentes e lideranças locais e regionais para a adequada reparação nos planos civil e criminal e acompanhará de forma vigilante o inquérito policial que seja instalado para apurar os fatos.

A criminalização da esquerda, dos movimentos sociais, de Lula, nossa maior liderança, de outras vozes dissonantes do arbítrio típico desse momento de retrocesso autoritário que vive o país, será combatida pelo PT Nacional onde ela acontecer.

Brasília, 7 de março de 2019
Executiva Nacional do PT

Assista ao vídeo feito por Hang:

Atentando contra o dono da HAVAN: mais um Adélio à solta!

Posted by Luciano Hang on Wednesday, March 6, 2019

Comentários encerrados.