Coluna do Requião Filho: sem trocadilhos, façamos como o carvalho