PGR investiga Dallagnol por fundo bilionário da Lava Jato

A corregedoria da Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um procedimento para analisar os atos praticados por procuradores da Lava Jato que tentaram criar um fundo de R$ 2,5 bilhões de multas pagas pela Petrobras. Informa nesta quinta-feira (14) a jornalista da Folha, Mônica Bergamo.

LEIA TAMBÉM:

Lava Jato poderá sofrer hoje derrota estratégica no STF

Segundo Mônica Bergamo, o procedimento deve investigar, entre outros, o procurador Deltan Dallagnol, que é uma das maiores lideranças da Lava Jato.

Ainda segundo a jornalista, a PGR diz que todos os procedimentos da corregedoria são sigilosos e que não é possível confirmar quando a averiguação foi aberta.

Comentários encerrados.