Por Esmael Morais

Paraná Pesquisas dá “OK” para Bolsonaro filmar crianças cantando hino nacional nas escolas

Publicado em 04/03/2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) poderá retomar a ideia do Ministério da Educação (MEC) de filmar alunos e funcionários de escolas cantando o hino nacional, a julgar pelo levantamento da Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira (4) de Carnaval.

De acordo com o instituto, espécie de alter ego de Bolsonaro, 62,4% com a carta do MEC orientando diretores a filmarem os alunos e funcionários das escolas cantando o hino nacional brasileiro. Apenas 29,5% discordam e 5,6% estão nem aí com a polêmica.

Ainda segundo a Paraná Pesquisas, 43,8% concordam totalmente com a iniciativa de cantar o hino e com as menções políticas “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!” — slogan da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
A pergunta de Requião: e a facada, onde foi?

A sondagem aponta que 38,6% concordam totalmente com a iniciativa de cantar o hino, mas sem mencionar o slogan político do capitão reformado, e 14,8% discordam completamente da iniciativa de obrigatoriamente cantar o hino nas escolas.

Para 82,7% dos entrevistados, garante o instituto predileto de Bolsonaro, acreditam que falta mais orientação cívica nas escolas e 13,5% afirmam que não falta civismo nos estabelecimentos de ensino.

Na prática, o levantamento dá “OK” para Bolsonaro e seu ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, barbarizarem com seus fetiches de extrema-direita ultrapassados para um Estado Democrático de Direito.

A Paraná Pesquisas entrevistou 2.206 brasileiros de 162 municípios, em 26 Estados e o Distrito Federal, entre os dias 25 e 28 de fevereiro de 2018. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.