O Carnaval foi de Lula, agora só falta o Supremo soltar o ex-presidente

“Carnaval sem Lula é fraude”, disse o povo nesta festa de Momo. Agora, mês que vem, só falta o STF mandar soltar o ex-presidente.

Lula é mantido preso político há 323 dias na carceragem da Polícia Federal de Curitiba. Ele cumpre pena antecipada de um crime (caso tríplex) sem prova.

A injusta prisão política não impediu que foliões dos quatro cantos do Brasil homenageassem o homem que tirou milhões da pobreza e da miséria. E mais: devolveu a dignidade, o emprego, para aqueles que estavam desalentados desde os tempos de FHC.

LEIA TAMBÉM
PT irá ao Supremo contra caixa dois da lava jato

Por outro lado, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi alvo de protestos, de xingamentos e de latinhas de cerveja nos carnavais de rua. Se não foi a totalidade que mandou o capitão ir ‘tomar no cu’ percebeu-se o silêncio ensurdecedor da outra parte que não o defendeu [ou seja, quem cala consente].

Pois bem, o Supremo Tribunal Federal deverá examinar a prisão em condenação de segunda instância no próximo dia 10 de abril, quando o petista completa 1 ano cumprindo pena.

A lava jato condenou o ex-presidente para tirá-lo da disputa presidencial do ano passado e facilitar a vitória de Jair Bolsonaro (PSL), haja vista que Lula liderava todas as pesquisas.

Segundo o PT, como paga pela condenação, o então juiz Sérgio Moro ganhou o cargo de Ministro da Justiça do governo de extrema-direita que aí está.

Comentários encerrados.