“Imbecilidade” de Eduardo Bolsonaro bomba no Twitter; PT se revolta com desumanidade

Dirigentes, parlamentares e militantes do PT ficaram revoltado nesta sexta (1º) com postagem do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre a morte do neto do ex-presidente Lula.

“Lula é preso comum e deveria estar num presídio comum. Quando o parente de outro preso morrer ele também será escoltado pela PF para o enterro? Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado”, escreveu o filho do presidente da República que o chama de “zero três”.

Para o senador Humberto Costa (PT-PE), Eduardo Bolsonaro é um sociopata desqualificado à espera de tratamento. “Não há novidade nisso. Mas, para tudo, há limites. E essa raça de víboras que não respeita o sofrimento humano vai responder por essa agressão inominável”, protestou.

LEIA TAMBÉM
Wadih Damous: Lula no velório não é nenhum favor, é lei

“Eduardo Bolsonaro, seus irmãos e pai, são o pior tipo de gente que a desumanidade produziu. Fique registrado seu desdém pela dor de uma família q chora a morte de seu menino de 7 anos”, antou a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

O comportamento do filho de Jair Bolsonaro chocou também os não petistas. O jornalista Gilberto Dimenstein, do site Catraca Livre, por exemplo, afirmou que “zero três” é o pior tipo de gente que a humanidade pode produzir.

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) bateu na medalha do galalau presidencial: “Para além da estupidez humana de tripudiar de Lula no momento de extrema dor pela morte de seu neto, Eduardo Bolsonaro, em sua boçalidade infinita, desconhece que pela Lei de Execuções Penais qualquer cidadão preso tem direito de ir ao velório e enterro de seu ente querido.”