Por Esmael Morais

Guaidó afirma que chefe de gabinete foi preso pelo governo da Venezuela

O deputado golpista Juan Guaidó, autoproclamado presidente do país, publicou na manhã desta quinta-feira (21) nas redes sociais que agentes de segurança do estado prenderam para averiguações o seu chefe de gabinete, o advogado Roberto Marrero. “Sequestraram @ROBERTOMARRERO, chefe de meu gabinete. Ele denunciou

Publicado em 21/03/2019


O deputado golpista Juan Guaidó, autoproclamado presidente do país, publicou na manhã desta quinta-feira (21) nas redes sociais que agentes de segurança do estado prenderam para averiguações o seu chefe de gabinete, o advogado Roberto Marrero.

“Sequestraram @ROBERTOMARRERO, chefe de meu gabinete. Ele denunciou em voz alta que eles plantaram (em sua casa) dois fuzis e uma granada”, escreveu Guaidó no Twitter, ao mesmo tempo que exigiu a libertação “imediata” do militante político.

Guaidó, presidente do Parlamento de maioria opositora, informou que o procedimento começou às 2h locais (3h de Brasília) e não conhece o paradeiro de seu colaborador. Durante a ação, que durou quase duas horas, estavam presentes dois promotores.

*Com informações de Agências