Ford vai mesmo fechar fábrica em São Bernardo; trabalhadores lutam por empregos

Compartilhe agora!

A Ford confirmou o fechamento da fábrica em São Bernardo (SP). Os trabalhadores da montadora fizeram uma assembleia na manhã desta terça-feira (12) para discutir a situação de seus empregos.

LEIA TAMBÉM: Metalúrgicos fazem ato em São Bernardo contra o fechamento da Ford

Segundo a montadora, há pelo menos três interessados na compra da unidade, e os trabalhadores podem participar dessa discussão, com o objetivo de manter os postos de trabalho.

“Nosso lema agora é: o patrão vai, os empregos ficam”, afirmou o presidente do sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, um dos que conversaram com dirigentes mundiais da empresa.

Também participaram da assembleia os presidentes nacional e estadual do PT, Gleisi Hoffmann e Luiz Marinho, além do ex-ministro Gilberto Carvalho. “Não iremos desistir”, acrescentou Wagnão.

A unidade tem aproximadamente 4.330 funcionários, sendo 1.650 diretos na produção, 750 mensalistas, 230 executivos e 200 afastados, além de 1.500 terceirizados, a maior parte também na produção.

As informações são da Rede Brasil Atual.

Compartilhe agora!