Dirigente do MBL critica pornozão de Bolsonaro

Publicado em 6 março, 2019
Compartilhe agora!

O vereador de São Paulo, Fernando Holiday (DEM), coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), criticou nesta quarta-feira (6) o vídeo pornô tuitado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para atacar os blocos de carnaval de rua.

LEIA TAMBÉM:

Impeachment de Jair “Baixaria” Bolsonaro quebra o Twitter nesta Quarta de Cinzas

Na mesma rede social, o dirigente do movimento de direita afirmou que o vídeo compartilhado pelo presidente é “abjeto e configura atentado ao pudor”.

“Evidentemente que o polêmico vídeo compartilhado pelo presidente é abjeto e configura atentado ao pudor. Contudo, não é o tipo de coisa que se espera ver no perfil do Presidente da República, ainda mais um conservador”, tuitou o coordenador nacional do MBL.

“Se um Primeiro-ministro inglês compartilhasse algo semelhante ao que Bolsonaro compartilhou no Twitter haveria um escândalo de proporções épicas. O partido conservador seria o primeiro a lançar ações de desagravo. Aqui no Brasil, há conservador que tente justificar”, completou.

Com o vídeo, Bolsonaro buscou se vingar dos blocos de carnaval porque foi alvo de protestos dos foliões em todo o país.

Compartilhe agora!