Foto6-Passaporte-americano

Decreto de Bolsonaro que isenta visto fará Brasil perder R$ 60,5 milhões por ano

O governo federal vai deixar de arrecadar cerca de R$ 60,5 milhões por ano com a emissão de vistos para cidadãos dos Estados Unidos, do Canadá, da Austrália e do Japão. As informações são do Itamaraty.

LEIA TAMBÉM:
PSOL quer anular decreto de Bolsonaro que dispensa visto

A perda de receita se dará porque o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou ontem (18) um decreto que isenta turistas desses quatro países da necessidade de um visto para entrarem no país. As novas normas entram em vigor a partir do dia 17 de junho.

O dinheiro arrecadado com as taxas dos vistos ia direto para os cofres do Tesouro Nacional.

De acordo com o Itamaraty, o Brasil emitiu 258.437 vistos para cidadãos destes quatro países em 2018. Os norte-americanos foram a maioria: 181.242, o equivalente a 70% desse montante.

Como não há previsão de reciprocidade em relação à decisão tomada pelo Brasil, os cidadãos brasileiros continuarão a pagar pelos vistos. Em 2017, os brasileiros que viajaram para os Estados pagaram R$ 1,15 bilhão ao governo norte-americano.

Com informações do Uol

Comentários encerrados.