Por Esmael Morais

Cruzada contra a reforma da previdência une Requião ao PT

Publicado em 14/03/2019

Roberto Requião (MDB-PR) é o político – mesmo sem mandato — mais requisitado no país pelas posições nacionalistas, antifascistas, que tomou nos últimos anos no Senado.

A partir desta segunda-feira (18), na Assembleia Legislativa do Paraná, Requião dará início ao lado da deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) de uma cruzada nacional contra a reforma da previdência.

LEIA TAMBÉM
Derrota da lava jato no STF levanta hashtag #DallagnolNaCadeia

Os dois políticos paranaenses irão mobilizar os brasileiros contra o fim da aposentadoria, de pensões para viúvas e deficientes físicos, pretendidos pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A pauta de resistência ao neoliberalismo e a proposta desenvolvimentistas aproxima Requião do PT, como já explicou o Blog do Esmael em outras oportunidades.

“Companheiro vem do italiano CUM PANNE. Os que repartem o pão, bom e farto ou parco e amargo em alguns momentos”, costuma palestrar Requião.

Coincidência ou não companheiro — cum panne, segundo Requião — é o pronome de tratamento no PT.