Por Esmael Morais

Carnaval de São Paulo também manda Bolsonaro tomar ‘naquele lugar’ que não bate Sol

Publicado em 03/03/2019

A politização já é a principal marca deste carnaval. Depois de foliões mineiros, agora foi a vez dos paulistas mandarem o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tomar ‘naquele lugar’ que não bate Sol.

Na tarde de ontem (2), na capital paulista, coro de milhares de vozes no bloco Minhoqueens protestava contra o presidente gritando “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c…”, “Ele Não” e “Lula Livre”.

Em Belo Horizonte, pela manhã deste sábado, 400 mil pessoas do bloco “Então, Brilha” entoou o coro que deve ser a marca da folia de Momo nas ruas do país em 2019: “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*!”.

No Rio e em outras praças do país os blocos, além de animar foliões, igualmente criticam de maneira criativa Bolsonaro et caterva.

Assista ao vídeo:

LEIA TAMBÉM
Os verdadeiros responsáveis pela tragédia de Brumadinho não foram demitidos