Ernesto-Araújo-4-990x557

Brasil e outros países sairão em conjunto da Unasul, diz Ernesto Araújo

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse nesta quarta-feira (20) que os países sul-americanos que ainda fazem parte da Unasul (União das Nações Sul Americanas) deverão anunciar a saída do grupo durante a reunião de presidentes do continente marcada para o final desta semana, no Chile. A declaração foi dada durante uma entrevista coletiva concedida em Brasília.

LEIA TAMBÉM:
Chile terá protestos contra a visita de Bolsonaro

“A ideia é que os países façam esse movimento em conjunto”, disse Ernesto ao ser questionado sobre o tema.

Atualmente, fazem parte Unasul: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) será um dos participantes da reunião de cúpula deste fim de semana. Ele embarca amanhã (21) para Santiago e retorna no sábado (23).

Além da saída da Unasul, a ideia é que os países que se reunirão no Chile lancem um novo grupo, o Prosul.

Um dos objetivos do Prosul é promover o isolamento diplomático da Venezuela.

Com informações do Uol

Comentários encerrados.