Bolsonaro e ‘caos’ são responsabilidades da lava jato

Publicado em 28 março, 2019
Compartilhe agora!

Quem pariu ‘Messias’ que o embale. Neste caso é da lava jato — em conluio com a velha mídia golpista — a responsabilidade pelo caos no desgoverno Jair Bolsonaro (PSL).

Atribuir as diatribes do clã do capitão reformado somente a ele próprio é fechar o nariz para as manobras que a força-tarefa fez com o intuito de eleger o adversário de Lula e do PT.

O estratagema da lava jato deu tão certo que ela emplacou o ex-juiz Sérgio Moro no Ministério da Justiça e agora sonha com Deltan Dallagnol no lugar da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na chefia do Ministério Público Federal (PGR).

LEIA TAMBÉM
‘Para cada gesto de ódio, mais amor’, responde Manuela D’Ávila

Entretanto, a responsabilidade da lava jato não se restringe apenas ao desastre chamado governo Bolsonaro. Pelo contrário. Os milhões de desempregados no país também surgiram em virtude do mal que fez a criminalização do setor produtivo, a exemplo das indústrias da construção civil, naval e petrolífera.

O clima de ódio instalado no Brasil igualmente tem o dedo da lava jato cujo discurso dividiu a sociedade entre “coxinhas” e “mortadelas” com o objetivo claro de a força-tarefa chegar ao poder.

Bolsonaro é cria da lava jato. Portanto, Deltan, Moro, mídia et caterva que o embalem.

Compartilhe agora!