Por Esmael Morais

Supermercado faz propaganda racista e causa revolta em rede social

Publicado em 15/02/2019

Um supermercado de Ponta Grossa (PR) fez uma propaganda interna para lá de infeliz, associando uma promoção de vassouras a uma mulher negra. Uma foto foi parar nas redes sociais e o resultado foi uma forte polêmica e muita revolta.

A loja é da rede Condor, que está presente em diversas cidades do Paraná.

LEIA TAMÉM: MPT entra com ação contra Havan por coação a funcionários; Condor faz acordo

Em nota de repúdio, o Movimento das Mulheres Negras de Ponta Grossa (Moolaadé) aponta que o estabelecimento construiu a representação da mulher negra com os “mais repulsivos estereótipos, que partem da sexualização do corpo, chega ao cabelo ‘de vassoura’, caminha pelo lugar de serviçal até chegar à ‘nega maluca’”.

O documento também é assinado pelo Instituto Sorriso Negro.

“A imagem do negro e negra segue estereotipada e estigmatizada desde o século XIX em nossa sociedade. A sociedade não consegue se desprender da imagem da(o) negra (o) enquanto servil, mesmo depois da(o) negra(o) liberta(o)”, frisa o documento.

O supermercado retirou a propaganda e colocou a culpa em um trabalhador terceirizado.

As informações são do Paraná Portal.