Piora o estado de saúde de Bolsonaro, diz Folha

A Folha de S. Paulo, deste domingo (3), informa que houve uma piora do estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O jornalão paulista afirma que assessores o driblam a opinião pública sobre o real estado
do capitão reforma do Exército.

E se a facada tivesse sido uma farsa, você mudaria o seu voto?

A Folha dá a versão para a piora do estado de saúde de Bolsonaro:

Segundo eles, os sintomas apresentados por Bolsonaro representam uma piora no estado clínico. Um deles diz que, no melhor cenário, não era para acontecer. No quinto dia após a cirurgia, afirma, o paciente deveria estar comendo por boca e evacuando.

Outras hipóteses explicariam a paralisação do intestino como fístula (abertura de algum ponto cirúrgico), infecção, efeitos colaterais de medicamentos (antibióticos ou remédios para dor) ou aderência precoce, ou seja, uma dobra no intestino.

A pior das hipóteses seria a fístula. Se ocorrer, há risco grande de ter que reoperar e refazer a bolsa de colostomia.

Ao esconder a verdade sobre o quadro clínico de Bolsonaro, o Palácio do Planalto dá azo a especulações sobre a tentativa de homicídio em 6 de setembro e até que ele sofre de um câncer no intestino. Tais hipóteses foram aventadas antes e logo após a campanha eleitoral.

O ciberguerilheiro Carlos Bolsonaro, filho do presidente, relatou a recaída do pai que está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, há sete dias:

Comentários encerrados.