Parlamentares criticam nova condenação de Lula

Os deputados Orlando Silva e Jandira Feghali do PCdoB, Paulo Pimenta do PT e o senador Humberto Costa também do PT comentaram a condenação do ex-presidente Lula no caso do Sítio de Atibaia.

LEIA TAMBÉM: Lula é condenado na ação penal sobre o Sítio de Atibaia

“Começa a crescer a campanha internacional em solidariedade ao ex-presidente, que pode ser indicado ao Prêmio Nobel da Paz, tiram uma condenação às pressas do bolso da toga. Mais uma vez, na falta provas, valeu a convicção”, criticou Orlando Silva.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), classificou o episódio como escandaloso.

Segundo ele, às vésperas do Supremo Tribunal Federal (STF) se preparar para julgar o princípio da presunção da inocência há uma decisão de primeiro grau que se precipitou em condenar o ex-presidente. “A sanha persecutória a Lula parece não ter fim”, disse.

LEIA TAMBÉM: “A perseguição a Lula não para”, diz Gleisi

Para a deputada federal Jandira Feghali a condenação de Lula por sítio em Atibaia é injusta e com provas fracas.

“Não espanta que fizeram de tudo para retirá-lo das eleições em 2018 e agora seguem no lawfare, rompendo o Estado democrático de direito e as garantias individuais”, afirmou.

Já Paulo Pimenta ressaltou um aspecto bizarro da sentença da juíza Gabriela Hardt:


Com informações do Vermelho.