Por Esmael Morais

O Papa não vai abrir mão das suas convicções para adotar as de Bolsonaro, diz Haddad

O ex-prefeito de

Publicado em 11/02/2019

O ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT), usou o Twitter na  manhã desta segunda-feira (11) para comentar sobre as ações do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que visam combater a “agenda de esquerda” da Igreja Católica. 

“Bolsonaro quer que Itália pressione Vaticano a censurar bispos sobre pauta ambiental. Estive com o Papa discutindo a encíclica Laudato Si. Acho difícil ele abrir mão das suas convicções para adotar as de Bolsonaro”, escreveu Haddad na rede social.  

Segundo matéria do Estadão de hoje (11), auxiliares de Bolsonaro tentarão convencer o governo italiano a interceder junto à Santa Sé para evitar ataques diretos à política ambiental e social do governo brasileiro durante o Sínodo sobre Amazônia, que será promovido pelo Papa Francisco, em outubro, em Roma.