Por Esmael Morais

Ministro do Turismo jura que suas “laranjas” são limpinhas

Publicado em 16/02/2019

Ao assistir de camarote a iminente queda de Gustavo Bebianno, o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio põe “a barba de molho” e tenta mostrar que suas “laranjas” são limpinhas e não têm nada a ver com a confusão.

“Não vejo relação de uma coisa com a outra. A questão do Bebianno está sendo resolvida, quem decide é o presidente da República, e a minha questão é completamente separada. O presidente é quem vai decidir”, disse Marcelo neste sábado, segundo a Folha de São Paulo.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro volta a nomear ministro que criou candidatos laranjas para desviar recursos públicos

Na verdade, a história do ministro do Turismo é sim diferente. É bem pior, pois inclui denúncia de ameaças e coação.

Essa é a prova de que Bebianno não vai cair “só” por causa das laranjas. O caso da Globo parece ter sido o real e principal motivo.

LEIA TAMBÉM: MPE vai investigar “laranjal” do PSL em Minas Gerais

De Queroz a Bebianno, passando por Marcelo Álvaro Antônio, é muita larajisse para um governo só.

Com informações da Folha de S. Paulo.