Ministro da Educação de Bolsonaro chama brasileiro de ‘ladrão’

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O ministro da Educação do governo Bolsonaro, Ricardo Vélez Rodríguez, em entrevista a revista Veja fez uma declaração que reforça o estigma e o preconceito contra os brasileiros. Segundo ele, “o brasileiro viajando é um canibal. Rouba coisas dos hotéis, rouba assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo”, disse.

De acordo com a mentalidade reacionária e boçal do ministro, devido ao fato de que hoje o adolescente viaja, “é necessário lembrar que existem contextos sociais diferentes e que as leis dos outros devem ser respeitadas. O brasileiro viajando é um canibal. Rouba coisas dos hotéis, rouba o assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola”, afirmou.

Ele disse também mais sandices sobre a homenagem a Paulo Freire na sede do MEC, afirmando que trocaria o busto do pedagogo por outro de Tobias Barreto (século 19), Antonio Paim (século 20) ou de Olavo de Carvalho (século 21).

*Com informações do BR18

Comentários encerrados.