Por Esmael Morais

Lewandowski determina abertura de inquérito para investigar Collor

Publicado em 18/02/2019

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou nesta segunda-feira (18) a abertura de inquérito para apurar se o senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL) usou verba da cota parlamentar para pagar despesas da Casa da Dinda, sua residência Particular em Brasília.

LEIA TAMBÉM:

Articulação no Planalto tenta saída negociada com Bebianno

O pedido de investigação foi feito pela Procuradoria Geral da República (PGR) com base em denúncia apresentada na central de atendimento ao cidadão em razão de reportagem veiculada no fim de 2017 no jornal “O Tempo”.

Segundo a reportagem, Fernando Collor utilizou parte da cota parlamentar, dinheiro público, para despesas de jardinagem e limpeza de sua casa.

O ministro Lewandowski autorizou depoimentos e pediu informações ao Senado sobre os gastos Collor que foram ressarcidos pela Casa.

O ministro também estabeleceu um prazo de 60 dias para a Polícia Federal (PF) ouvir depoimentos e coletar as informações. Com base nesse relatório, a PGR vai decidir se denuncia o senador ou pede arquivamento do caso.

Com isso, o senador alagoano passa a ser alvo do sétimo procedimento no STF.

Com informações do G1