Governo está perdendo a batalha da comunicação da Previdência, diz Rodrigo Maia


Em entrevista ao jornal Valor Econômico publicada nesta segunda-feira (25), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avalia que a o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) está perdendo a batalha da comunicação sobre a reforma da Previdência nas redes sociais.

LEIA TAMBÉM:

Frente Povo Sem Medo inicia campanha contra desmonte da Previdência pelo Nordeste

Segundo Maia, os grupos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais estão silenciosos desde que o projeto foi divulgado, enquanto os militantes da oposição batem em dois pontos que ele tinha aconselhado o governo a deixar de fora para não contaminar o debate: a redução no benefício de prestação continuada (BPC) para idosos miseráveis e a aposentadoria do trabalhador rural.

Para o presidente da Câmara, a comunicação formal do governo não resolverá esse enfrentamento porque a batalha está acontecendo no celular, nas redes sociais.

“O governo deveria dar discurso aos seus apoiadores, que estão meio silenciosos nas redes. Pessoal não está conseguindo responder aos vídeos de quando Bolsonaro era contra idade mínima aos 65 anos e agora é a favor”, disse Maia.

Maia, que antes dizia ser possível votar a reforma da Previdência em plenário em maio, já fala em prazo mais longo. Mesmo assim, acredita, só será possível se o governo organizar sua base na Câmara.