Ex-chefe da Casa Civil de Cabral é preso pela PF no Rio

Publicado em 15 fevereiro, 2019

O ex-chefe da Casa Civil nos governos do emedebista Sérgio Cabral, o advogado Régis Fichtner, foi preso preventivamente pela Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira (15) no Rio de Janeiro em um desdobramento da Operação Calicute, da Lava Jato.

Segundo o Ministério Público Fedral (MPF), Fichtner era uma figura central na suposta organização criminosa de Cabral. Quando comandou a Casa Civil recebeu mais de R$ 1,5 milhão em propina.

Outro que foi preso nesta manhã na mesma operação é o coronel da Polícia Militar Fernando França Martins. O policial é apontado pelos investigadores como operador e segurança de Regis Fichtner.

As prisões foram determinadas pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro.

Essa é a segunda prisão de Fichtner, que em novembro de 2017 foi detido com outras quatro pessoas na Operação C’est fini.

Além dos dois mandados de prisão, a PF também cumpriu mais seis de busca e apreensão.

Com informações do G1