Dieese: Prévia do PIB de 1,15% para 2018 indica estagnação


A economia brasileira cresceu 1,15% em 2018, segundo o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) divulgado pelo Banco Central na última sexta-feira (15). Esse índice funciona como uma “prévia” do PIB (Produto Interno Bruto) oficial, que será anunciado pelo IBGE no próximo dia 28.

Para o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, os números do BC indicam que a economia ficou “praticamente estagnada” e segue “andando de lado”.

Entre as causas, explica Clemente em comentário na Rádio Brasil Atual nesta segunda-feira (18), está a falta de “dinamismo” no consumo das famílias, que não avança devido às elevadas taxas de desemprego e o crescimento do emprego informal, o que leva a quedas sucessivas do setor de serviços, responsável por quase 60% da movimentação da economia brasileira.

Em 2017, o crescimento do PIB foi de apenas 1%.

*Com informações da RBA

Comentários encerrados.