Por Esmael Morais

Deputado do PSL quer proibir métodos anticoncepcionais

Publicado em 06/02/2019

O deputado federal Márcio Labre (PSL-RJ) apresentou um Projeto de Lei proibindo médicos de receitar métodos contraceptivos como a pílula do dia seguinte ou o dispositivo intrauterino (DIU).

Para o deputado do partido do presidente Bolsonaro, os médicos que prescreverem esses métodos devem ser presos.

Labre quer ainda que a polícia destrua, interdite e multe os estabelecimentos que venda quaisquer contraceptivos.

A íntegra do Projeto de Lei está no Portal da Câmara.