Ciro Gomes sobre Lula: Nós temos que tratá-lo como um adversário

Em entrevista ao colunista do O Globo, Bernardo Mello Franco, publicada neste domingo (9), Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado nas últimas eleições presidenciais, afirmou que agora é adversário direto do PT e que quer distância dos ex-aliados. 

LEIA TAMBÉM:

Gleisi ressalta ‘vigor do PT’ no ato de 39 anos do partido

Ao jornalista, Ciro afirmou que para a cúpula do PT, o inimigo não é o presidente Jair Bolsonaro (PSL), mas ele. 

Ciro também falou ao colunista do O Globo que se considera rompido com o ex-presidente Lula (PT), que foi condenado pela segunda vez nesta semana.  

“O Lula continua conspirando de dentro da cadeia, na politicagem mais rasteira. Nós temos que tratá-lo como ele é: como um adversário”, afirmou na entrevista. 

Segundo Mello Franco, o pedetista também disse que “não comemora” a situação de Lula, mas se recusa a endossar sua defesa incondicional.  

“Lula não é um preso político. É um político preso. Preso político é o Mujica, que nunca foi acusado de corrupção”, provocou.  

O jornalista destaca que Ciro não se arrepende de ter virado as costas para Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições presidenciais e que quer distância dos ex-aliados.  

“Não sou obrigado a votar nessa gente de novo. Nunca mais”, disse à Mello Franco. 

De acordo com Mello Franco, Ciro prometeu uma oposição “propositiva” a Bolsonaro. Ele deve apresentar no próximo dia 20 um projeto alternativo de reforma da Previdência. 

Comentários encerrados.