Ciro Gomes é vaiado na Bienal da UNE

O candidato à Presidência da República derrotado nas eleições de 2018, Ciro Gomes (PDT), foi vaiado nesta quinta-feira (7) quando discursava para um público de estudantes na Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE) em Salvador (BA).

LEIA TAMBÉM:

Mourão recebe CUT no Planalto contra a vontade de Bolsonaro   

As vaias ocorreram porque o pedetista criticou o ex-presidente Lula (PT) e buscou desconstruir o discurso de que ele seria um preso político. 

Após ser vaiado e chamado de corrupto por uma parcela do público, Ciro se exaltou e rebateu os manifestantes. 

“Eu não sou [corrupto], não. Eu estou solto, 38 anos de vida pública, nunca respondi por nenhum malfeito. Eu sou limpo. Eu sou limpo. Engole essa, engole essa”, disse. Na sequência, repetiu por três vezes: “O Lula está preso, babaca”.  

Antes de sua participação na Bienal, Ciro já havia criticado o ex-presidente durante uma entrevista à imprensa. 

“Ele [Lula] facilitou. Tomou-se de gostos burgueses e acabou deixando o queixo a bater”, disse. 

Com informações da Folha

Comentários encerrados.