Por Esmael Morais

Bolsonaro não corre risco de morte, diz novo boletim médico

Publicado em 03/02/2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) não corre risco de morte, diz novo boletim médico do hospital Albert Einstein divulgado no início da noite deste domingo (3).

“Hoje foi submetido à tomografia de abdômen, que descartou complicações cirúrgicas”, informou o boletim.

LEIA TAMBÉM

Piora o estado de saúde de Bolsonaro, diz Folha

A equipe médica destaca que a sonda nasogástrica não foi retirada e que Bolsonaro se mantém em jejum oral, com nutrição parenteral exclusiva pela veia.

“Realiza fisioterapia respiratória e motora no quarto e segue com as medidas de prevenção de trombose venosa. Por ordem médica, o paciente segue com visitas restritas”, considera o documento divulgado hoje pela equipe médica.

Mais cedo o jornal Folha de S. Paulo assegurou que houve complicação no quadro clínico do presidente da República com  a paralisação do intestino.

Bolsonaro foi internado no último dia 27 de janeiro, no hospital Albert Einstein, em São Paulo, com o objetivo de desligar a bolsa de colostomia introduzida no presidente após a cirurgia de 6 de setembro do ano passado.

Leia a íntegra do boletim médico: