Bolsonaro desce à cloaca para desmentir “canalhice” de Veja

Compartilhe agora!

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) desceu à cloaca para desmentir a revista Veja, que registrou um recuo — no caso do leite — que não houve. Mesmo internado, esgualepado, o capitão reformado do Exército classificou de “canalhice” da publicação da Abril.

“Mais uma canalhice do @radaronline”, tuitou Bolsonaro, referindo-se à coluna Radar, assinada pelo jornalista Maurício Lima, na Veja.

LEIA TAMBÉM

Agronegócio estuda pedir a cabeça de Paulo Guedes, o ministro da Economia de Bolsonaro

O colunista de Veja anotou que o presidente Jair Bolsonaro havia determinado ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que fosse cancelada a suspensão da taxa de antidumping para a importação do leite em pó, integral ou desnatado oriundo da União Europeia e da Nova Zelândia.

Na prática, a coluna Radar anunciou que o superministro Paulo Guedes foi derrotado pela numerosa bancada ruralista que ameaça melar a reforma da previdência, se lhe tirarem a teta, isto é, a proteção estatal.

Ao presidente da República, independentemente do que foi publicado pelo jornalista, exige-se modos condizentes ao cargo que ocupa. Se se sentiu ofendido, governo ou Bolsonaro, que busque reparação, direito de resposta, mas não cabe baixar o nível como se ainda estivesse no palanque de campanha.

É bom o presidente jair acostumando com a liberdade de expressão no país.

Compartilhe agora!