Por Esmael Morais

Bolsonaro declara TV Globo inimiga em áudio vazado; ouça

Publicado em 19/02/2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou em conversa com o ex-ministro Gustavo Bebianno, cujo áudio foi vazado, que a TV Globo é inimiga sua e do governo.

“Gustavo, o que eu acho desse cara da Globo dentro do Palácio do Planalto: eu não quero ele aí dentro”, ordenou o presidente da República, ao se referir ao vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo.

LEIA TAMBÉM
O ato falho de Joice Hasselmann e os casos de Queiroz e do laranjal do PSL

Bolsonaro mostrou interesse em agradar outras emissoras de televisão, a exemplo da Record, SBT e Bandeirantes. “Qual a mensagem que vai dar para as outras emissoras? Que nós estamos se aproximando da Globo. Então não dá para ter esse tipo de relacionamento.”

Na sequência o “Capitão”, como Bebianno o chama, declara Globo como inimiga sua e manda o ex-ministro da Secretaria-Geral cancelar agenda com o executivo da emissora dos Marinho.

“Agora… Inimigo passivo, sim. Agora… Trazer o inimigo para dentro de casa é outra história. Pô, cê tem que ter essa visão, pelo amor de Deus, cara. Fica complicado a gente ter um relacionamento legal dessa forma porque cê tá trazendo o maior cara que me ferrou – antes, durante, agora e após a campanha – para dentro de casa. Me desculpa. Como presidente da República: cancela, não quero esse cara aí dentro, ponto final. Um abraço aí.”

Ouça esse trecho: