Por Esmael Morais

A situação de Bolsonaro inspira muito cuidado, revela a Folha

Publicado em 08/02/2019

A Folha de S. Paulo está empenhada em investigar o real quadro clínico do presidente Jair Bolsonaro (PSL), internado há 12 dias no hospital Albert Einstein, em São Paulo, para remover uma bolsa de colostomia.

De acordo com o jornalão paulistano, a situação de Bolsonaro inspira muito cuidado sobretudo diante do perigo de novas infecções hospitalares.

LEIA TAMBÉM

O Plano Bolsonaro: primeiro tirar a aposentadoria do pobre, depois mandá-lo para cadeia

“O fato de o presidente ainda estar usando sonda nasogástrica 12 dias depois da cirurgia indica que a situação inspira cuidados”, disse à Folha o cirurgião Carlos Sobrado, professor de coloproctologia na faculdade de medicina da USP.

Nesta quinta-feira (7), Bolsonaro teve um quadro de febre e o boletim médico informou que o presidente foi diagnosticado com pneumonia.

Apesar dos boletins diários do Albert Einstein, a Folha parece desconfiar que debaixo dessa farofa tem azeitona. O jornalão, desafeto moral de Bolsonaro, mas afinadíssimo na retirada de direitos dos brasileiros, recorre a outros médicos como fontes de sua notícia.

Jair Bolsonaro era para ter recebido alta na última quarta-feira (5), mas, após as recaídas, o presidente não tem previsão para deixar o Albert Einstein.