Secretário da Receita Federal desmente Bolsonaro. Afinal, quem manda nessa joça?

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) parece que manda menos que seus subordinados ou não faz a mínima ideia do que diz.

Na tarde desta sexta (4), secretário especial de Receita Federal, Marcos Cintra, desmentiu Bolsonaro afirmar que seu superior hierárquico não assinou decreto algum aumentando alíquotas do Imposto sobre Operação Financeiras (IOF).

LEIA TAMBÉM
URGENTE: Bolsonaro pode já sofrer a primeira baixa no governo

Bolsonaro havia dito que o governo elevaria o tributo para compensar perda de arrecadação com a concessão de incentivos às regiões Norte e Nordeste, qual seja, o presidente tinha atribuído os problemas fiscais do país aos nordestinos.

Além de desmentir o decreto sobre o IOF, Cintra também desmentiu o presidente sobre suposta redução do Imposto de Renda (IR) de 27,5% para 25%.

“Não vai haver nada que esteja sendo discutido com relação a alteração no Imposto de Renda. Imposto de Renda é um capítulo da reforma tributária, que vai ser analisada posteriormente, no tempo correto”, desmentiu o secretário em entrevista ao vivo na Globonews.

Entretanto, Jair Bolsonaro assinou hoje (4) um decreto discriminando as regiões Norte e Nordeste, limitando recursos para projetos das Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e do Nordeste (Sudene). Isto, infelizmente, está confirmado.

Afinal, quem manda nessa joça? Será a primeira crise de autoridade no governo?

Por que tanto ódio em relação aos nortistas e nordestinos?

Comentários encerrados.