Queda no salário mínimo faz alegria na Bolsa de Valores, que sobe 4% no primeiro dia de Bolsonaro

Os especuladores estão em festa com a posse de Jair Bolsonaro (PSL), pois a Bolsa de Valores subiu 4% após o presidente da República reduzir o salário mínimo de R$ 1.006,00 para R$ 998.

Às custas de trabalhadores assalariados, pensionistas e aposentados, o deus “mercado” — a quem Bolsonaro tanto venera — comemora ainda o apoio à reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à Presidência da Câmara.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro põe ruralistas para demarcar terra indígena; é a bactéria conversando com a penicilina

Maia promete continuar a arrancando o couro do povo, a exemplo do fim da aposentadoria e manutenção do estoque de mão de obra (desemprego alto), para segurar os salários no chão e maximizar o lucro de poucos ricos. É isto que eles tanto comemoram e foi para isto que Bolsonaro foi eleito, afinal.

Crendiospai!

Comentários encerrados.