Moro fala sobre corrupção em Davos, mas esquece do escândalo Bolsonaro-Queiroz

O ministro da Justiça dos Bolsonaro, Sérgio Moro, falou para umas 30 pessoas no Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça. O tema foi a corrupção, dos outros. O escândalo Bolsonaro-Queiroz ficou de fora da parlestra.

LEIA MAIS: Apoiadores dos Bolsonaro culpam velha mídia por escândalos

Segundo a Folha de S. Paulo, Moro debateu por 1 hora a corrupção e o uso da tecnologia com o secretário de política industrial da índia, Ramesh Abhishek; a presidente da Transparência Internacional, Delia Ferreira Rubio, e o chefe do Facebook para ameaças perturbadoras (fake news), David Agranovich.

Ele também não falou de “fake news” ou de vazamentos seletivos do judiciário para mídia. Tampouco discorreu sobre prisões arbitrárias, delações coagidas ou condenações sem provas.

O que é uma pena, pois são assuntos que ele domina muito bem.

Com informações da Folha de S. Paulo.