Juíza reduz visitas de Haddad e religiosos ao ex-presidente Lula na prisão

Publicado em 26 janeiro, 2019
Compartilhe agora!

A juíza Carolina Lebbos, da 12º Vara Federal de Curitiba, proibiu nesta sexta-feira (25) o ex-presidente Lula (PT) de receber as visitas de Fernando Haddad (PT) em qualquer dia da semana e de líderes religiosos todas as segundas-feiras. O ex-presidente é mantido preso político desde de abril do ano passado na sede da Polícia Federal (PF) de Curitiba.

LEIA TAMBÉM:

Ministro que negou habeas corpus a Lula recebeu propina, diz ex-presidente da OAS

A juíza carcereira de Lula, acolheu um parecer do Ministério Público Federal (MPF) e caçou Haddad como defensor jurídico do ex-presidente – o que lhe permitia ir até a carceragem todos os dias úteis da semana – e ainda determinou que as visitas dos religiosos que aconteciam todas as segundas-feiras fossem suspensas. 

Com a decisão, Haddad poderá visitar Lula somente às quintas-feiras e as visitas religiosas poderão acontecer apenas uma vez em cada mês.

Com informações do Uol

Compartilhe agora!