Por Esmael Morais

Indicado para comandar o ENEM cai antes de assumir

Publicado em 18/01/2019

O governo Bolsonaro (PSL) recuou da nomeação de Murilo Resende Ferreira na coordenação do Exame Nacional do Ensino Médio o (Enem).

LEIA TAMBÉM: Coordenador do ENEM foi expulso do MBL

Segundo a Folha de S. Paulo, a nomeação havia sido publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite de quarta-feira (16).

Mas na noite desta quinta, também em edição extra do Diário Oficial, Onyx Lorenzoni assinou outra portaria indicando que decidiu tornar “sem efeito” a nomeação de Ferreira.

Murilo era conhecido por dizer que os professores brasileiros são “desqualificados e manipuladores”, e que tentam roubar o poder da família.

Contabilizando, temos um “doido” a menos e um desacerto a mais no (des)governo Bolsonaro.

Com informações da Folha.