Governo Bolsonaro diz à ONU que Lula quer enganá-la

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) defendeu a atuação do ex-juiz Sergio Moro e da Lava Jato em documento enviado às Organizações das Nações Unidas (ONU) contra ação movida pelo ex-presidente Lula (PT) no organismo internacional. Informa nesta segunda-feira (14) a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:
Lula é a principal oposição ao governo Bolsonaro, afirma Gleisi

Segundo o jornal, na peça apresentada ao Comitê de Direitos Humanos, o governo reconhece o seu “comprometimento com o Sistema das Nações Unidas” e afirma que o ex-presidente petista pretende “confundir e enganar” o organismo ao dizer que é vítima de perseguição política.

Ainda de acordo com jornal, os advogados de Lula vão contestar à resposta do governo brasileiro em fevereiro, mas existe a avaliação de que uma eventual decisão favorável ao ex-presidente não deve ser acatada pelo governo Bolsonaro. O caso deve ser julgado em março.

Comentários encerrados.