Por Esmael Morais

Gleisi sobre presença em posse: Deixar de ir seria concessão à direita

A presidenta nacional do PT, deputada federal eleita Gleisi Hoffmann, usou a sua conta no Twitter na manhã desta sexta-feira (11) para rebater as críticas que sofreu por ter participado da posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. LEIA TAMBÉM: Governo Bolsonaro reconhece Assembleia de oposição

Publicado em 11/01/2019

A presidenta nacional do PT, deputada federal eleita Gleisi Hoffmann, usou a sua conta no Twitter na manhã desta sexta-feira (11) para rebater as críticas que sofreu por ter participado da posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

LEIA TAMBÉM:
Governo Bolsonaro reconhece Assembleia de oposição como governo da Venezuela

Para a dirigente do PT, não ter participado seria “covardia” e “concessão à direita”.

“Nenhuma surpresa as críticas dos q ignoram as razões por eu ter aceitado o convite pra posse na Venezuela. Deixar de ir seria covardia, concessão a direita. A esquerda pode ter críticas ao governo Maduro, mas o destino da Venezuela está nas mãos do seu povo e de mais ninguém”, escreveu Gleisi na rede social.

Antes de se manifestar no Twitter, Gleisi emitiu uma nota em que justificou a sua presença na posse.