Filha de Queiroz também foi funcionária fantasma de prefeitura fluminense, diz jornalista

Depois de exonerada do gabinete de Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados em 15 de outubro do ano passado, a personal trainer Nathalia de Melo Queiroz, que é filha do motorista Fabrício Queiroz, ganhou um cargo de assessora especial da prefeita de Araruama (RJ), Lívia de Chiquinho (PDT). Informa nesta terça-feira (15) o jornalista Bernardo Mello Franco, do O Globo.

LEIA TAMBÉM:
Família Queiroz, ‘parça dos Bolsonaros’, foge do Ministério Público e de depoimentos

Segundo o jornalista do O Globo, apesar do município da Região dos Lagos ter oferecido um exílio remunerado à personal trainer, ela continuou a morar na capital fluminense, a 108 km de Araruama.

Ainda de acordo com o jornalista, a secretária da prefeita, Angela Barreira, disse que nunca a encontrou no local de trabalho.

“Parece que ela era meio ruim de serviço. Como eu nunca vi, não posso dizer”, desculpou-se.

A filha de Queiroz é citada no relatório do Coaf porque transferiu R$ 97 mil para as contas do pai. Na época, os dois estavam lotados no gabinete do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Na terça passada (8), ela faltou a um depoimento ao Ministério Público do Rio.

Nathalia foi exonerada da prefeitura em 7 de dezembro, um dia depois de o jornal “O Estado de S. Paulo” revelar a investigação sobre o motorista.

Comentários encerrados.