Por Esmael Morais

Filha de Queiroz também foi funcionária fantasma de prefeitura fluminense, diz jornalista

Publicado em 15/01/2019

Depois de exonerada do gabinete de Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados em 15 de outubro do ano passado, a personal trainer Nathalia de Melo Queiroz, que é filha do motorista Fabrício Queiroz, ganhou um cargo de assessora especial da prefeita de Araruama (RJ), Lívia de Chiquinho (PDT). Informa nesta terça-feira (15) o jornalista Bernardo Mello Franco, do O Globo.

LEIA TAMBÉM:
Família Queiroz, ‘parça dos Bolsonaros’, foge do Ministério Público e de depoimentos

Segundo o jornalista do O Globo, apesar do município da Região dos Lagos ter oferecido um exílio remunerado à personal trainer, ela continuou a morar na capital fluminense, a 108 km de Araruama.

Ainda de acordo com o jornalista, a secretária da prefeita, Angela Barreira, disse que nunca a encontrou no local de trabalho.

“Parece que ela era meio ruim de serviço. Como eu nunca vi, não posso dizer”, desculpou-se.

A filha de Queiroz é citada no relatório do Coaf porque transferiu R$ 97 mil para as contas do pai. Na época, os dois estavam lotados no gabinete do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Na terça passada (8), ela faltou a um depoimento ao Ministério Público do Rio.

Nathalia foi exonerada da prefeitura em 7 de dezembro, um dia depois de o jornal “O Estado de S. Paulo” revelar a investigação sobre o motorista.