Ex-professor da FGV vai comandar o INEP, órgão responsável pelo ENEM

O engenheiro e ex-professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcus Vinícius Carvalho Rodrigues, foi nomeado nesta terça-feira (22) para o cargo de presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), órgão vinculado ao  Ministério da Educação (MEC) que é responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Rodrigues é uma indicação do grupo ligado aos militares no governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM:

PT anuncia convocação de congresso para renovar agenda política após vitória de Bolsonaro

A escolha do novo presidente do Inep era uma das mais esperadas por causa das declarações Bolsonaro sobre o ENEM.

Depois que foi eleito presidente da República, Bolsonaro afirmou que pretendia ter o conhecimento do conteúdo da prova do ENEM antes de o exame ser aplicado.

Na ocasião, o então presidente eleito disse ter tomado a decisão porque o ENEM 2018 abordou o dialeto pajubá, conjunto de expressões associadas aos gays e aos travestis.

“Esta prova do Enem — vão falar que eu estou implicando, pelo amor de Deus —, este tema da linguagem particular daquelas pessoas, o que temos a ver com isso, meu Deus do céu? Quando a gente vai ver a tradução daquelas palavras, um absurdo, um absurdo! Vai obrigar a molecada a se interessar por isso agora para o Enem do ano que vem?”, indagou Bolsonaro na ocasião. “Podem ter certeza e ficar tranquilos. Não vai ter questão desta forma ano que vem, porque nós vamos tomar conhecimento da prova antes. Não vai ter isso daí”, criticou.

Com informações da Folha