Doria vai privatizar as cadeias de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), vai iniciar a privatização dos presídios do Estado. É o mercado da violência em franca expansão.

LEIA TAMBÉM: Toffoli adianta que o STF não deve barrar a liberação das armas por Bolsonaro

Segundo o Estadão, onze cadeias que estão em reforma vão funcionar com Parcerias Público-Privadas, as PPPs.

A intenção do tucano é colocar os presos para trabalhar para bancar os custos com a detenção.

A promessa é que as cadeias terão espaço de trabalho, estudo, exercício físico, oração e convivência. Até aí, tudo ótimo. Mas não é nada que o poder público já não tenha feito ou não possa fazer.

As empresas “parceiras” serão pagas pelo número de detentos. É a “cadeia lucrativa”.

A ideia já está sendo discutida com equipe do “amigo” Sérgio Moro, ministro da Justiça. Em breve, a privatização das cadeias deve ser implantada em outros estados.

Comentários encerrados.